A Dependência Química é classificada como um transtorno psiquiátrico e considerada uma doença crônica, que necessita de tratamento especializado, contínuo e permanente. Apesar e não ter cura, com acompanhamento médico regular, a patologia pode ser controlada e o dependente químico, bem como a família e os amigos, consegue ter qualidade de vida e voltar à rotina de antes.

Tipos de substância que levam à dependência química

  • Álcool
  • Drogas
  • Tabaco
  • Medicamentos

Tratamento

  • Consultas periódicas
  • Avaliação para necessidade de uso – ou não – de medicamentos
  • Terapia, com determinação de metas e objetivos
  • Acompanhamento em conjunto com psicólogo (disponível para pacientes e familiares)