O Jornal de Brasília publicou artigo de opinião do Dr. João Armando, psiquiatra do Instituto Castro e Santos, sobre Eletroconvulsoterapia (ECT).

O médico falou sobre filmes, novelas e seriados que abordam tratamentos com ECT. Segundo ele, “enquanto os conselhos e associações médicas não se unirem para impedir essas barbaridades cinematográficas, o preconceito contra a Eletroconvulsoterapia será disseminado e mais pessoas serão privadas de um tratamento seguro, eficaz e que, principalmente, pode salvar vidas”.

jornal-de-brasilia-a-distorcao-da-eletroconvulsoterapia-em-filmes-novelas-e-seriados