A dependência química (DQ) é caracterizada pelo uso repetido de substâncias psicoativas, que provocam mudanças de comportamentos e geram sérios danos, tanto na saúde quanto na vida da pessoa.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define esse problema como uma doença crônica e progressiva. Se não tratada corretamente, ela tem uma piora com o passar do tempo, além de provocar outros tipos de doenças.

Diferentemente do que muitos pensam, a DQ não está relacionada apenas a drogas ilícitas. Pelo contrário, álcool, tabaco e medicamentos também podem causar dependência.

Pode parecer estranho, mas somos nós, psiquiatras, que tratamos esse tipo de transtorno mental, que está previsto na Classificação Internacional de Doenças (CID) sob o registro de “Transtornos Mentais e Comportamentais Devido ao Uso de Múltiplas Drogas e ao Abuso de Substâncias Psicoativas”.