Dr. João Armando concedeu entrevista ao Correio Braziliense sobre práticas para humaniza ainda mais a Eletroconvulsoterapia. Segundo o médico, uma das estratégias é incentivar os familiares a acompanharem o paciente durante todo o procedimento. Confira a matéria na íntegra!

sob-a-sombra-de-um-passado-cruel-dr-joao-armando-psicologo-df